Alimentação das Abelhas

Alimentação das Abelhas – Mel e Pólen são alimentações naturais das Abelhas. Alimentação artificial Proteica, Bombom de pólen, Xarope Energético e Estimulante

Alimentação das Abelhas é basicamente mel e pólen. Assim o mel é a principal fonte de energia das abelhas e o pólen serve como suplemento alimentar de minerais, vitaminas e proteínas.

Abelha Forte - Alimentação das Abelhas
Abelha Forte – Alimentação das Abelhas

Maturação do Mel

Em primeiro lugar as abelhas operárias coletam o néctar e o pólen das flores. Assim o néctar é armazenado no papo de mel ou vesícula nectífera das abelhas. Invertase, Diastase, glicose ocidase, catalase e fosfatase são enzimas acrescentadas ao néctar durante o transporte ate a colmeia. Portanto quando as abelhas operárias, que coletaram o néctar, chegam a colmeia, elas repassam boca a boca o néctar para as outras abelhas operárias que ficam dentro do ninho.

Portanto é neste momento ocorre a reação enzimática do organismo da abelha operária. Assim a sacarose que é a principal substância do néctar, é transformado em frutose e dextrose. Portanto as abelhas que receberam o néctar dentro da colonia, armazenam o néctar em potes de mel no caso das abelhas sem ferrão ou em favos no caso das abelhas apis melliferas. Por fim após o armazenamento, as abelhas produzem calor para evaporar a umidade do néctar armazenado, ocasionando a maturação do mel.

O Pólen

O pólen trazido pelas operárias também é armazenado em potes ou favos. Geralmente são armazenados mais próximos ao ninho e as crias.

O pólen é a fonte de minerais, vitaminas e proteínas da alimentação das abelhas, principalmente para abelhas recém nascidas.

Abelha coletando Pólen
Abelha coletando Pólen

Alimentação Artificial

Em muitas regiões do Brasil, a oferta de alimentação das abelhas, néctar e pólen, por vezes diminui drasticamente com a chegada do inverno. Portanto é neste momento o meliponicultor ou apicultor deve ajudar na sustentação alimentar das suas colmeias oferecendo uma alimentação das abelhas de forma artificial. Assim os enxames devem ser alimentados se for verificado o baixo estoque de alimento durante o monitoramento das colonias.

A falta de alimentação das abelhas em um enxame faz com que muitas abelhas morram de fome, como também, que a rainha diminua ou até mesmo pare a postura. Assim fazendo com que a população diminua e o enxame enfraqueça podendo ocasionar a extinção do enxame.

Existem três principais tipos de alimentação artificial, Alimentação das abelhas Energética, Proteica e Estimulante.

Alimentação das Abelhas Energética(Xarope)

Portanto a alimentação energética tem como objetivo dar energia para as abelhas, que nada mais é, simular um estoque de mel na colmeia. Para abelhas sem ferrão pode ser introduzido 50ml a cada 3 dias.

a) Composição: 50% açúcar + 50% de água fervida

b) Preparo: Basta ferver a água para eliminar qualquer impureza e depois misturar o açúcar.

*Observação: Os açucares comerciais passam por processos químicos, então é melhor utilizar o açúcar mais bruto possível, evitando os refinados. Segue a ordem do melhor açúcar ao pior para ser usado para fazer o xarope:

Açúcar Mascavo -> Demerara -> Cristal -> Refinado -> Açúcar de confeiteiro.

Alimentação das Abelhas Proteica

A alimentação proteica tem como objetivo introduzir proteínas no enxame que são a suplementação da alimentação das abelhas e simulam a entrada de pólen no enxame. A alimentação proteica é feita de formas diferentes para abelhas apis melíferas e abelhas sem ferrão.

Apis Mellifera:

a) Composição: 25% farelo de soja + 75% de açúcar

b) Preparo: Triturar o farelo de soja até o ponto de farinha fina, triturar o açúcar e depois misturá-los.

c) Utilização: Colocar em cada colmeia, 500g da mistura em uma folha de papel encima dos caixilhos. Suficiente para 30 dias.

Abelhas Sem Ferrão:

Para as abelhas sem ferrão a introdução de proteína no enxame é feita através de bombons de pólen. Assim os Bombons são confeccionados misturando pólen moído(Passo 2) com um pouco de mel até formarem uma massa firme(Passo 3). Coloque mel aos poucos, pois a mistura não pode ficar muito mole, assim, depois que a mistura estiver homogenia e firme, deve ser feito bolinhas do tamanho do pote de pólen da espécie que vai receber os bombons.

Com as bolinhas feitas, deve-se mergulha-las em cera derretida e em seguida em água fria para formar uma proteção ao pólen(Passo 4), simulando os potes de pólen que as próprias abelhas fazem(Passo 5). Por fim, para fechar o furo do palito, basta mergulhar novamente o bombom de pólen somente no furo(Passo 5).

Portanto, depois de pronto os bombons, eles devem ser introduzidos no enxame. Assim as abelhas vão fazer um pequeno furo no bombom e vão consumindo o pólen aos poucos. Os bombons podem ser repostos assim que as abelhas terminarem de consumi-los.

Como fazer bombom de pólen

Bombom de Pólen - Passo 1
Bombom de Pólen – Passo 1

Bombom de Pólen - Passo 2
Bombom de Pólen – Passo 2

Bombom de Pólen - Passo 3
Bombom de Pólen – Passo 3

Bombom de Pólen - Passo 4
Bombom de Pólen – Passo 4
Bombom de Pólen - Passo 5
Bombom de Pólen – Passo 5

Bombom de Pólen - Passo 6
Bombom de Pólen – Passo 6

Alimentação das Abelhas Estimulante(Xarope)

A alimentação estimulante tem como objetivo estimular a postura da rainha simulando a entrada de néctar no enxame. Assim essa alimentação é recomendada quando estiver faltando de 30 a 40 dias para o inicio da florada. Assim a rainha começa a aumentar a produção de crias, portanto, quando chegar a florada o enxame estará mais populoso com o fim de fazer um melhor aproveitamento da florada. Para abelhas sem ferrão pode ser introduzido 50ml a cada 3 dias.

a) Composição: 1kg de açúcar + 500ml de água + 1/2 colher de sopa de suco de limão ou 2,5g de ácido tartárico. *Importante manter esta proporção.

b) Preparo: Misturar a água e o açúcar e levar ao fogo. Quando começar a fervura, adicionar o suco de limão ou o ácido tartárico e desligar o fogo.

**Detalhe muito importante: não deixar a calda ferver por mais de 3 minutos. O excesso de fervura provoca a formação de HMF(Hidroximetilfurfural). Esta substância é fatal para as abelhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.