Tipos de Abelhas

Tipos de abelhas – Tem três tipos básicos de indivíduos: as rainhas (poedeiras ou virgens) e as operárias – ambas fêmeas – e os machos.

Tipos de abelhas – Existem mais de 20 mil espécies de abelhas pelo Mundo. Essas espécies são divididas em famílias de acordo com características semelhantes e maior ou menor proximidade evolutiva.

As famílias Stenotritidae, Oxaeidae, Melittidae, Ctenoplectridae e Fideliidae apenas contém espécies de abelhas solitárias. Nas famílias Colletidae, Andrenidae, Halictidae, Anthophoridae e Megachilidae também predominam as espécies solitárias, mas todas possuem algumas espécies que apresentam algum grau de sociabilidade. A família Apidae é a única que consiste primariamente de abelhas sociais.

Família Apidae

As abelhas sociais mais populares no Brasil são as abelhas Apis Mellifera e as Abelhas Nativas sem ferrão.

Existem nas colônias das abelhas sociais três tipos básicos de indivíduos: as rainhas (poedeiras ou virgens) e as operárias – ambas fêmeas – e os machos.

Tipos de Abelhas  – Abelhas Rainha

As rainhas poedeiras realizam a postura dos ovos que dão origem a todos os tipos de abelhas. São também responsáveis pela organização da colônia, comandada por um complexo sistema de comunicação baseado no uso de feromônios.

Normalmente uma colônia possui apenas uma rainha poedeira. Existem algumas espécies de abelhas sem ferrão que são observadas a existência de duas rainhas ou mais.

Rainha de abelha Uruçu-Nordestina
Rainha de abelha Uruçu-Nordestina
Rainha da abelha Jandaíra
Rainha da abelha Jandaíra

Tipos de Abelhas – Formação das Rainhas de Abelhas Apis Mellifera

As abelhas Apis Mellifera constroem células reais quando o enxame se encontra sem uma rainha. Esse processo pode ser causado pelo envelhecimento da rainha que necessita ser substituída. Ou também pelo processo de enxameação, onde a rainha sai da colmeia para formar um novo enxame. Assim ao notarem a falta de uma rainha, as abelhas operárias constroem células reais para o desenvolvimento de uma nova rainha para a colonia.

Realeiras Apis Mellifera
Realeiras Apis Mellifera

Tipos de Abelhas – Formação das Rainhas de Abelhas Nativas

Entre as diferentes espécies de abelhas nativas, inclusive da mesma tribo, também há pequenas variações. Entretanto, existe um parâmetro básico que define a formação de rainhas e determina a principal diferença entre os grupos Meliponini e Trigonini.

Nas espécies da tribo Meliponini, não há construção de células reais. Todas as células de cria são iguais. A determinação do número de rainhas que nasce, entre todos os ovos disponíveis, é definida por uma proporção genética. As rainhas virgens são poedeiras em potencial e estão sempre disponíveis nas colônias para uma eventual substituição da rainha poedeira em caso de morte ou enxameagem. Podem chegar a representar 25% dos indivíduos de uma colônia.

Já as abelhas da tribo Trigonini constroem células reais, que possuem tamanho bem maior que as células comuns. Por conta deste tamanho, as larvas que se desenvolvem nesse tipo de célula recebem mais alimento, o que determina a formação de uma nova rainha virgem.

Diferença entre Trigonas e Meliponas - Trigonas - Célula Real
Diferença entre Trigonas e Meliponas – Trigonas – Célula Real

Essa diferença deve ser assimilada pelo meliponicultor principalmente na aplicação dos métodos de divisão artificial de colônias.

Tipos de Abelhas – Machos

Os machos são indivíduos reprodutores e vivem basicamente para acasalar com rainhas virgens. Entretanto, diferentemente das abelhas Apis Mellifera, os machos de abelhas sem ferrão podem realizar alguns pequenos trabalhos, como a desidratação de néctar e a manipulação de cera.

Tipos de Abelhas – Operárias

As operárias são responsáveis pela grande força de trabalho da colônia. Elas cuidam da defesa, manipulam os materiais de construção, coletam e processam o alimento. Representam a maior parte das abelhas de uma colônia, podendo chegar a mais de 80% dos indivíduos.

Operárias de Uruçu-Nordestina
Operárias de Uruçu-Nordestina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.