Abelhas Uruçu

Abelhas Uruçu – Todas informações sobre as principais espécies de Abelhas Uruçu. Abelhas sem Ferrão robustas e excelentes produtoras de mel.

Abelhas Uruçu são conhecidas por serem abelhas grandes, robustas e ótimas produtoras de mel. Uruçu é uma palavra que vem do tupi “eiru su”, que na linguagem indígena significa “abelha grande”. Portanto as operarias medem de 10mm a 12mm de comprimento.


Nome Popular: Uruçu Nordestina, Uruçu Amarela, Uruçu Preta, Uruçu Cinzenta, Tiúba, Uruçu Boca de Renda.


Nome Científico: Melipona Scutellaris, Melipona Rufiventris Rufiventris, Melipona Rufiventris Mondury, Melipona Rufiventris Flavolienata, Melipona Puncticollis, Melipona fuliginosa, Melipona fasciculata, Melipona Seminigra.


População: 4 mil a 6 mil abelhas.


Alcance de voo: 2,5 km.


Tamanho de Caixa INPA: Ninho e sobre ninho 20x20x7. Melgueira 20x20x5.


Distância entre colônias: 20 cm de distância


Produção de mel: 2,5 a 4 litros por ano


No Brasil Existem algumas espécies de Abelhas Uruçu. Entre elas as principais são:

  • Abelhas Uruçu Verdadeira ou Uruçu Nordestina – Melipona Scutellaris.
Abelhas Uruçu Nordestina - Melipona Scutellaris
Abelhas Uruçu Nordestina – Melipona Scutellaris
  • Abelhas Uruçu Amarela – Melipona Rufiventris Rufiventris, Melipona Rufiventris Mondury, Melipona Rufiventris Flavolienata e Melipona Puncticollis.
Abelhas Uruçu Amarela - Melipona Rufiventris
Abelhas Uruçu Amarela – Melipona Rufiventris
  • Abelhas Uruçu Preta – Melipona fuliginosa
Abelhas Uruçu Preta - Melipona Fuliginosa
Abelhas Uruçu Preta – Melipona fuliginosa
  • Abelhas Uruçu Cinzenta, Tiúba – Melipona fasciculata
Abelhas Uruçu Cinzenta - Tiúba - Melipona Fasciculata
Abelhas Uruçu Cinzenta – Tiúba – Melipona Fasciculata
  • Abelhas Uruçu Boca de Renda – Melipona Seminigra
Abelhas Uruçu Boca de Renda - Melipona Seminigra
Abelhas Uruçu Boca de Renda – Melipona Seminigra

Onde encontrar Abelhas Uruçu

Geralmente as Abelhas Uruçu são encontradas nas regiões mais quentes do país como Norte, Nordeste Centro-Oeste e até Sudeste. Apenas a Melipona Rufiventris Mondury é encontrada na região Sul.

Regiões das Abelhas Uruçu

  • Abelhas Uruçu Verdadeira ou Uruçu Nordestina – Melipona Scutellaris: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Sergipe.
  • Abelhas Uruçu Amarela – Melipona Rufiventris Rufiventris: Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Piauí, São Paulo, Tocantins.
  • Abelhas Uruçu Amarela – Melipona Rufiventris Mondury: Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo.
  • Abelhas Uruçu Amarela – Melipona Rufiventris Flavolienata: Ceará, Maranhão, Pará, Tocantins.
  • Abelhas Uruçu Amarela – Melipona Puncticollis: Amazonas, Maranhão, Pará.
  • Abelhas Uruçu Preta – Melipona fuliginosa: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima, São Paulo.
  • Abelhas Uruçu Cinzenta Tiúba – Melipona Fasciculata: Tocantins, Para, Piauí, Mato Grosso e Maranhão.
  • Abelhas Uruçu Boca de Renda – Melipona Seminigra: Acre, Amazonas, Maranhão, Mato  Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins.

Ninho

O ninho de abelhas Uruçu tem uma entrada característica construída com barro formando sulcos radiais por vezes parecido com uma coroa. Dessa forma o caminho da entrada até o ninho passa apenas uma abelha e sempre esta protegido por uma abelha vigia.

O ninho é envolvido por um invólucro de cera e própolis com a finalidade de preservar a temperatura e manter aquecidos os discos de cria chegam a medir 16cm de diametro.

Os discos de cria são empilhados um em cima do outro separados por pilares que deixam espaço suficiente para que as operárias possam fazer a limpeza e reparos necessários nos discos. Os discos são formados por várias células de cria que medem 1cm de altura por 0,5cm de comprimento cada uma.

Ao redor do ninho são construídos os potes de pólen e mel feitos de cera, que medem de 4,5cm a 5cm de altura por 1 a 3cm de diâmetro.

A população de um enxame varia de 4mil a 6mil abelhas. As abelhas Uruçu são abelhas muito mansas. Enxames fortes e populosos podem se tornar mais agressivos causando um pouco de receio em quem não conhece a espécie, mas dificilmente beliscam.

Organização

Assim como todos os apídeos, as abelhas Uruçu possuem uma sociedade organizada dividida em: operárias, zangões e rainha. O período completo de uma Melipona é de aproximadamente 38 dias, sendo 5 dias de desenvolvimento embrionário(ovo), 15 dias de estágio larval e 18 dias de estágio pupa. Assim após este período uma abelha vive entre 40 e 52 dias.

Operárias

As abelhas uruçu operárias desempenham diversas funções no enxame de acordo com a sua idade. Primeiramente as abelhas mais novas que apresentam uma coloração mais clara ficam na região dos discos aquecendo as crias. Um pouco mais velhas elas começam a trabalhar na construção de células e na colocação de alimento larval. Com um pouco mais de tempo passam a trabalhar na construção de invólucro e potes de alimento. Quando chegam a fase adulta as operárias irão forragear, que significa, coletar néctar, pólen e água para a colônia.

Uma característica de abelhas uruçu é de que as operárias tem seus ovários desenvolvidos, o que significa que também podem fazer postura. Essa postura pode ocorrer antes ou depois da postura da rainha. Ovos de operárias postos antes da postura da rainha são comidos pela rainha. Ovos de operárias postos após a postura da rainha darão origem a Zangões. Isso acontece porque a larva de zangões se desenvolve mais rápido e se alimenta do ovo posto pela rainha.

Zangões

Os machos de abelhas uruçu realizam algumas tarefas dentro da colônia como por exemplo a desidratação do néctar e aquecimento do enxame. Sua principal função é a fecundação da rainha virgem durante o vôo nupcial.

Rainha

Como as abelhas uruçu são do gênero Melipona, de cada 100 abelhas que nascem, de 12 a 30 são princesas virgens. Assim o enxame escolhe uma para se tornar a rainha e esta faz o voo nupcial para ser fecundada por um zangão. As demais princesas de abelhas uruçu são eliminadas da colônia.

O enxame também decide o momento de fazer a troca da rainha por ela estar velha e fazendo pouca postura.

Abelhas uruçu como capturar

A captura de abelhas uruçu é feita através de iscas pet porém muito rara. Como ela é uma abelha de maior porte, é recomendado fazer iscas maiores utilizando garrafas pet de 2,5 litros, 3 litros e 5 litros pois elas precisam de um espaço maior do que uma isca comum com pet 2 litros.

A loção atrativa é feita com a mistura de 400 gramas de geoprópolis e cera dissolvidas em 1 litro de álcool. Quanto mais concentrada a solução melhor.

Abelhas uruçu como criar

A criação de abelha uruçu é relativamente simples. Assim por ser uma abelha robusta e resistente, basta o meliponicultor ter os mínimos cuidados no manejo e nas revisões periódicas que o enxame se desenvolve tranquilamente. A prevenção contra forídeos utilizando armadilhas para forídeos é muito importante para o desenvolvimento da colônia. Abelhas Uruçu são suscetivas a fórideos, por isso é muito importante ficar atendo ao enxame.

Além disso as revisões devem ser feitas de 15 em 15 dias. Principalmente observando a quantidade de abelhas uruçu, quantidade de alimento estocado e a limpeza da caixa. Assim se a caixa estiver com muita sujeira acumulada, deve-se ajudar as abelhas removendo esta sujeira.

Colônias com poucas abelhas uruçu e pouco alimento estocado é sem dúvida recomendado alimentar o enxame com alimentação energética. A cada 3 dias colocar 50 ml de alimentação energética dentro da colônia.

Abelhas uruçu caixa

Muitos meliponicultores utilizam a caixa modelo Nordestino, conhecida como caixote, para criar abelhas uruçu. Porém o melhor modelo de caixas para abelhas uruçu é o modelo caixas INPA. Este modelo auxilia na divisão de enxames e nas revisões periódicas. As medidas das caixas INPA para abelhas uruçu são geralmente feitas com 20cm x 20cm internos. Pois os discos de cria chegam a medir 16cm de diâmetro. A espessura da caixa vai depender da região onde está o enxame, por exemplo, no Sul onde faz bastante frio no inverno, é utilizado espessuras de 4cm até 5cm.

Como dividir enxames de abelhas uruçu

A divisão de enxames de abelhas uruçu é bastante simples principalmente por não necessitar de uma realeira para desenvolver uma rainha, porém requer alguns cuidados pontuais. Primeiramente nunca faça a divisão de uma colônia fraca. Essa espécie é muito suscetiva a forídeos. Portanto para o sucesso da divisão é muito importante uma grande quantidade de campeiras trabalhando na nova colônia.

Retire de dois a três discos de cria maduros do enxame forte e coloque na nova caixa apoiados por bolinhas de cera. Não deixe os discos de cria em contado direto com a madeira da caixa. Dê algumas batidas na caixa antiga para que as campeiras que estão dentro da caixa saiam. Quando uma nuvem de campeiras estiver ao redor da caixa, coloque a caixa nova no lugar da caixa matriz e afaste a caixa matriz em pelo menos 10 metros de distância.

Imediatamente as campeiras começarão a trabalhar para organizar a nova caixa, fazendo cera para o invólucro dos discos de cria e para os potes de alimento. Para facilitar o trabalho das abelhas é recomendado que na divisão seja fornecido cera alveolada, reduzindo o tempo de trabalho das campeiras e estabilizando a nova colônia mais rapidamente.

Após três dias da divisão, já é possível fazer a alimentação da nova colônia, oferecendo 50ml de alimentação energética a cada três dias.

Dos discos de cria nascerão algumas princesas virgens e o enxame vai escolher uma para ser a rainha. Dentro de alguns dias, geralmente entre 15 e 30 dias será possível observar postura da nova rainha. É importante observar que se passados 30, 35 até 40 dias e o enxame não tiver postura, ou seja, não tiver uma rainha, deve-se introduzir mais um ou dois discos de cria maduros.

Abelhas uruçu venda

Os preços de enxames de abelhas uruçu variam pela qualidade e idade do enxame. Por exemplo divisões estabilizadas custam em torno de 400 a 500 reais. Enxames matrizes podem chegar de 800 a mil reais dependendo da genética.

Abelhas uruçu mel

Por ser uma ótima produtora de mel, sua produção média é de 2,5 a 4 litros/ano/colônia. Seu mel é muito saboroso e rico em propriedades medicinais. Assim muito valorizado no mercado nacional.

Mel de abelhas uruçu benefícios

Estudos recentes demonstram que o mel de uruçu tem propriedades medicinais como por exemplo antimicrobiana, antivirais, antiparasitária, antioxidante, anti-inflamatória e anti-carcinogênica.

6 Comentários


    1. Olá Jackson, o correto é criar as abelhas do respectivo bioma. No Rio Grande do Sul é possível encontrar criadores que possuem a Melipona Rufiventris Mondury. As demais espécies não são encontradas.

      Responder

  1. Oi é possivel criar Abelhas Uruçu Amarela – Melipona Rufiventris Rufiventris no interior de são paulo?

    Responder

  2. Oi bom dia quero começar a criar abelhas mas não sei nada e como começar estou lendo tudo que posso sobre o assunto qual sua dica para mim e onde cosino as ceras para fazer as iscas para abelha Uruçu

    Responder

    1. Olá Ilson,
      Que bom que você está se interessando por esse mundo fascinante das abelhas.
      Eu lhe recomendo estudar bastante antes de começar a adquirir as colônias. Recomendo você a ler nosso artigo sobre como começar na meliponicultura. Para a aquisição de materiais para fazer atrativo, lhe recomendo a procurar grupos de WhatsApp ou Facebook da sua região.
      Qualquer dúvida estamos aí, abraço e seja bem vindo.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.