Categorias
Abelhas Abelhas Nativas Sem Ferrão

Reprodução, enxameagem e ciclo de vida

Reprodução, enxameagem e ciclo de vida – Processo pelo qual as colônias de abelhas sem ferrão se reproduzem. Todos os detalhes do ciclo de vida das abelhas.

Reprodução, enxameagem e ciclo de vida – A enxameagem é o processo pelo qual as colônias de abelhas sem ferrão se reproduzem. É importante destacar que o processo está relacionado à reprodução da colônia como um todo, não de uma única abelha.

Geralmente ocorre por conta da superpopulação da colônia, e está associado a um contexto de generosa oferta de alimento (pólen e néctar) no ambiente.

A enxameagem tem início quando algumas abelhas operárias deixam a “colônia-mãe” para buscar um lugar adequado para a construção de um novo ninho.

A matéria-prima para a construção da nova moradia é retirada da colônia original e, assim, “colônia-mãe” e “colônia-filha” permanecem vinculadas por algumas semanas.

Concluída a organização da nova moradia, parte das abelhas operárias e uma rainha virgem migram para o local. A rainha virgem é fecundada por um macho – geralmente de outra colônia – em um ritual conhecido como “vôo nupcial”.

Uma vez fecundada, a rainha – agora poedeira – retorna ao ninho, estabelecendo a rotina biológica de uma colônia estabelecida.

Enxamagem das abelhas sem ferrão

A atividade de postura da rainha dá vida a todas as abelhas existentes em uma colônia. O processo de nascimento de uma abelha é iniciado com a construção das células e favos de cria, passando, a seguir, pelos seguintes passos:

Processo de nascimento de uma abelha

No vocabulário dos meliponicultores, os favos de cria na fase de ovo até pré-pupa são chamados de “cria verde” ou “postura”, enquanto os favos na fase de pré-pupa até abelha adulta são chamados de “cria madura” ou “cria nascente”.

O processo de desenvolvimento de uma abelha sem ferrão, desde o ovo até a abelha adulta, dura aproximadamente 40/45 dias, variando de espécie para espécie. Este período costuma ser um pouco mais longo para os machos e pouco mais curto para as rainhas virgens.

Após sair das células (emersão), operárias e rainhas virgens vivem em média 50/55 dias. As rainhas, entretanto, depois de tornarem-se rainhas poedeiras, vivem de um a três anos.

12 respostas em “Reprodução, enxameagem e ciclo de vida”

OTIMAS INFORMAÕES, SOU APAIXONADO POR ABELHAS SEM FERÃO…

Não entendi, o ciclo desde larval até adulta são +- 45 dias, e após sair das celular 50 ou 55, fiquei sem saber qual o tempo real de vida dessa abelhinha

Olá Ivan, isso mesmo, desde quando a rainha coloca o ovo na célula de cria até o nascimento são em torno de 45 dias. Após o nascimento da abelha, ela vive em torno de 50-55 dias.

Qual é o melhor horário para abrir um enxame p inspeção?

Olá, perdi praticamente todas as campeiras de meu enxame de Mandaçaia, mas tenho dous módulos cheios de postura e algumas abelhas novas ma nenhuma aguardando o enxame, posso mantelas fechadas por quantos dias? Para que as abelhas novas fiquem adultas? Não tenho outra para adição de campeiras.

Tenho 9 enxames (caixas) de abelhas Jataí, gostei muito destas informações.
Gostaria de saber como se pode previnir os ataques de outros enxames, que tentam tomar os ninhos consolidados, provocando uma guerra genocida entre milhares de abelhas Jataí que sucumbem morrendo entrelaçadas umas nas outras.
Tenho usado um paliativo montando armadilhas para capturar as invasoras, porém não está sendo suficiente.

Olá Manoel. Abelhas Jataís são muito territorialistas então você não pode ter colônias perto uma das outras. O recomendado é no mínimo 3 metros de distância entre elas, assim diminui as chances de conflitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.