Categorias
Abelhas Nativas Sem Ferrão Criação de Abelhas

Caixas INPA

Caixas INPA foram desenvolvidas para a otimização de Divisão de enxames e Coleta de Mel. Veja as medidas para fazer caixas INPA para cada espécie de abelha sem ferrão.

Caixas INPA foram aperfeiçoadas pelo pesquisador Fernando Oliveira quando trabalhou no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Assim ele batizou as caixas INPA com a sigla do instituto. O aperfeiçoamento foi desenvolvido com o objetivo de facilitar o trabalho dos meliponicultores. Assim otimizando a divisão de enxames e facilitando a coleta de mel.

As caixas INPA são formadas por três módulos básicos: Ninho, Sobre ninho e Melgueira. Então o tamanho dos módulos e a quantidade de melgueira vão depender de cada espécie de abelhas sem ferrão que serão criadas nestas caixas INPA.

Caixas INPA com dimensões maiores devem ser construídas para espécies de favos de cria maiores. Enquanto caixas  INPA menores devem ser confeccionadas para espécies de ninhos menores.


Portanto o dimensionamento ideal da largura da caixa deve levar em conta o diâmetro máximo dos favos de cria que determinada espécie é capaz de construir.

Uma regra interessante a se seguir é fazer a caixa com 2 centímetros maior que o diâmetro máximo dos favos de cria para cada lado. Assim o ninho vai ter um espaço de 2 centímetros entre cada lado da caixa para construir potes de alimento.

Por exemplo: se o maior favo de cria que um meliponicultor encontrou, possui 12cm, como por exemplo os discos de cria de uma Abelha Manduri, ele deve construir a caixa com dimensões horizontais internas de 16cm(C) x 16cm(L).

Modelo de Caixas INPA para Abelhas sem Ferrão
Modelo da disposição geral de uma caixa INPA
Colmeia de uruçu-nordestina instalada em uma caixa INPA

O modelo de caixas INPA traz ótimos resultados na criação de abelhas sem ferrão. Portanto a facilidade de montagem da caixa e otimização de manejo, divisões de enxames e coleta de mel garantem a preferencia do modelo de caixas INPA entre os meliponicultores mais experientes.

Modelo de Caixas INPA – Medidas

Medidas de Caixa INPA para Mandaçaia MQA, Tiubá, Jupará, Jandaíra, Guaraipo: 15cm(C) x 15cm(L) x 7,5cm(A)

Medidas de Caixas INPA para Abelhas sem Ferrão

Medidas de Caixas INPA para Mandaçaia MQQ, Uruçu, Uruçu Nordestina, Uruçu Boca de Renda, Uruçu Amarela, Bugia, Tubuna, Mandaguari, Tubi, Canudo, Borá, Mombucão:

Medidas internas de ninho, sobre ninho e melgueiras – 20cm(C) x 20cm(L) x 8cm(A).

Medidas de Caixas INPA para Manduri:

Medidas internas de ninho, sobre ninho e melgueiras – 16cm(C) x 16cm(L) x 7cm(A).

Medidas de Caixas INPA para Jataí e Iraí:

Medidas internas de ninho, sobre ninho e melgueiras – 12cm(C) x 12cm(L) x 5cm(A).

Medidas de Caixas INPA para Mirim Guaçu, Mirim Droryana, Mirim Preguiça, Lambe Olhos:

Medidas internas de ninho, sobre ninho e melgueiras – 10cm(C) x 10cm(L) x 5cm(A).

Módulo Ninho – Modelos de Caixas INPA

Nota-se que o módulo de ninho contém um orifício circular de entrada, geralmente com 12 mm de diâmetro.

O tamanho relativamente maior do que se costuma encontrar em colmeias naturais é proposital, já que possibilita às abelhas moldarem sua entrada, com geoprópolis ou cerume, do tamanho que lhes convém.

Orifícios muito pequenos restringem a passagem das abelhas, considerando que as mesmas não são capazes de perfurar a madeira.

Portanto a vulnerabilidade a pragas proporcionada pelo tamanho grande do orifício nos momentos que sucedem uma captura, transferência ou divisão podem ser minimizada com a redução deste espaço com cerume.

Gradativamente, as abelhas substituem o cerume disponibilizado pelo meliponicultor pelo material de sua preferência.

Módulo de sobre ninho – Modelos de Caixas INPA

Observa-se que o módulo de sobre ninho, possui quatro cantoneiras triangulares em sua parte inferior, assim formando uma passagem em forma de losango.

Esse sistema é o grande responsável pela eficiência dessa caixa para o processo de divisão de colmeias.

Dependendo do nível de desenvolvimento das colmeias, mais que um módulo de divisão pode ser utilizado para abrigar o ninho.

A Melgueira – Modelos de Caixas INPA

Por fim, possui um assoalho de madeira fina (0,5 a 1 cm) ou de acetato que limita o crescimento vertical do ninho, com duas frestas nas laterais, as quais permitem o acesso das abelhas ao espaço reservado para o acúmulo de alimento.

De acordo com o potencial produtivo da espécie criada, várias melgueiras podem ser utilizadas concomitantemente nas caixas INPA.

Comprar Caixas INPA

Muitas pessoas e empresas produzem estas caixas INPA para venda. Pesquise no mercado livre ou até mesmo na OLX. Você também pode ir direto ao site do vendedor para fazer sua compra de caixas INPA.

34 respostas em “Caixas INPA”

Ainda sou iniciante, não tenho nenhum enxame, mas já espalhei varias iscas. Gostaria de saber se as medidas para Jataí “12cm(C) x 12cm(L) x 5cm(A)” estão corretas ? eu fiz aqui e achei pequena.

Boa tarde amigo. Estas medidas estão corretas. Jataís se desenvolvem muito bem com essas medidas. Quando o enxame estiver forte você consegue colocar 3 melgueiras nestas medidas. Dependendo da sua região você ainda pode capturar enxames. A melhor época de captura é no inicio da primavera. Caso você queira mais informações sobre capturas de enxames, acesse a página sobre aquisição de colônias
Um Abraço e boas capturas!

Olá Alessandro,
A espessura da caixa influencia no isolamento térmico da colônia. Em regiões muito frias, é necessário uma maior espessura para que a colônia consiga manter a temperatura inteira da caixa.

Caro Rafael,
Você recomenda usar divisórias de plástico entre os modelos da caixa INPA? Abs,

Olá Gustavo,
Sim, recomendo utilizar as divisórias de plástico ou acetato. Facilita divisões por módulos no caso das Meliponas e ajuda como suporte para alimentadores internos.
Abraço!

Muito boa as informações tenho 13 jatais nas INPA 13 ×13 × 20. E 3 mandaguari nas impa 20×20×20 .e 1 iraí 13×13×20 pis não tenho intenção de dividir vou adicionar melgueiras so depois que chegarem em cima vc acha que terei poblemas?

Olá Rafael, parabéns pela explicação, se eu for fazer um furo redondo no sobre ninho, pra MQQ teria que ser de que diâmetro?? Vc recomenda algum material pra fazer esse separador com o furo??

Olá André, muito obrigado! Pode ser de 10 a 12 cm de diâmetro. Eu uso o acetato para fazer as divisórias, você encontra esse material em casas de artesanato. Abraço!

Valeu Rafael! Muito bom teu material das caixas INPA considerando cada tipo de asf. Concluindo esta etapa das iscas, as das caixas vem a seguir e temos que estar preparados pra ela.
Parabéns pelo seu propósito de auxíliar os iniciantes na criação. Eu aprendi muito com seus textos, que guardo para uma necessidade de consulta. Felicidades na sua criação. Abraço.

Bom Dia!
Estou iniciando uma criação de Jandaíra, quando fiz a troca de caixa, na nova tbm coloquei um pouco de mel e muitos potes de Polem da colonia antiga, com três dias vi que tinha feito besteira, mas ao abrir a caixa da colonia vi que estava tudo em ordem e todos os potes de polem estavam vedados.
Será que já foi contaminado pela mosca ou pode deixar mesmo assim?

Olá bom dia. Gostaria de parabenizalo, pelos ensinamentos mestre, posso fazer uma caixa impa, para abelha Jataí, com o ninho direto, de 14.8 de altura, e 2 melgueira de 7.5 cada uma. 17.5 medida interna.

Olá Silvano, muito obrigado. Em respeito as medidas da caixa, eu acho que uma altura de 10 cm para Jataís já esta muito boa, e a melgueira fica muito alta com 7,5 cm, é melhor usar 5 cm de altura. Abraço!

Rafael
Tem necessidade de colocar o acetato entre o ninho e o sobreninho , pois não tenho interesse em dividir a colônia .

O orifício para Jataí na caixa e de quantos milímetros?

Gostaria de saber como eu faço pra fazer a transferência do ninho pra caixa, no caso da Uruçu… E se eu posso usar entre o ninho e sobre ninho outro material ao invés de acetato, e em relação a melgueira, ela tem que já está junta ou posso colocar em outro momento….

Olá Pablo, para você fazer a transferência você pode ler nosso artigo sobre Transferência de abelhas nativas. Em relação ao material para a separação do ninho e sobreninho você pode usar qualquer material que não seja prejudicial as abelhas ou não usar nenhuma divisão. A melgueira você só vai colocar quando não houver mais espaço dentro da caixa. Abraço!

Ola , primeiramente parabéns pelo trabalho.
Sabe me dizer onde posso conseguir essas caixas? Obrigado

Gostaria de informações de como fazer uma pequena produção de mel com colmeia mandacaia..

Olá Daniel, depende de muita coisa… o espaço que você dispõe, a florada na sua região etc.. o bom é ir começando aos poucos e testando o potencial das abelhas na sua região. A coleta de mel é feita quando a caixa estiver cheia de mel, geralmente final de primavera e final de verão.

As abelhas iraí fazem o nínho na parte de cima e mel na parte de baixo, na caixa inpa o nínho ficará embaixo e o mel encima, será que não terei problema com elas não aceitarem a caixa por causa dessa posição?

Olá Guilherme, geralmente as abelhas fazem o ninho o mais longe da entrada, na parte mais profunda do oco da árvore e os potes de alimento ao redor do ninho. Terminando este espaço, o alimento vai sendo depositado acima do ninho. A caixa INPA é uma adaptação de um oco natural para facilitar o manejo dos meliponicultores. Com toda certeza, você não terá problemas em usa-lá em praticamente nenhuma abelha, salvo algumas exceções.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.